Páginas

8 de janeiro de 2012

O reconhecimento de Ryan Gosling


O ano que passou foi decisivo e muito importante para a carreira de um certo jovem ator canadense de olhos verdes-azulados, rosto comprido e com uma feição levemente engraçada, me refiro a Ryan Gosling. Em 2011, ele esteve presente nos cinemas três vezes, com o drama Namorados para Sempre, a comédia Amor a toda Prova e o thriller Tudo pelo Poder, suas atuações foram elogiadas em todos eles, incluindo o ainda inédito no Brasil, Drive.


E para finalizar o ano com boas notícias, ele ainda foi indicado DUAS vezes ao Globo de Ouro, como melhor ator por Tudo pelo Poder  e melhor ator de comédia por sua atuação em Amor a toda Prova. É por esse reconhecimento da crítica e do público que indicaremos a seguir, seus melhores filmes e os papéis mais marcantes no cinema, trabalhos que provam o talento e a versatilidade do ator.

- Um professor de história afundado nas drogas (Half Nelson, 2006)


Depois de emocionar meninas e marmanjos com o ótimo Diário de uma Paixão, Gosling foi indicado ao Oscar pelo longa independente Half Nelson. O filme conta a história de Daniel, viciado em drogas e professor de uma escola situada na região do Brooklyn. Ele torna-se amigo de Drey, uma aluna negra de 13 anos após ela encontrá-lo no banheiro numa situação, digamos, constrangedora. O longa apresenta de maneira lenta e singela o desenvolvimento da amizade entre ambos. Aos poucos, Daniel e Drey vão percebendo que apesar de estranha, a parceria entre eles pode ser essencial para um futuro mais suportável na vida dos dois.

- O depressivo que se apaixona por uma boneca de silicone (A Garota Ideal, 2007)



A Garota Ideal (Lars and the Real Girl) é um filme esquisito e a atuação de Ryan aqui é memorável. O ator interpreta Lars, um cara tímido e aparentemente sem vontade alguma para viver. Este cenário muda quando ele compra pela internet uma boneca de silicone, a Bianca, até aí tudo bem, mas ele acredita piamente que ela é uma mulher de verdade. Em resumo, toda a cidade é obrigada a tratar Bianca como um ser humano para não abalar a condição psicológica do rapaz. A Garota ideal é original e muito agradável, com situações bem engraçadas. Uma pérola a ser descoberta. 

- Um namorado alcoólatra sem ambição (Namorados para Sempre, 2010)



Uma representação nada otimista, realista e muito dolorida sobre o casamento ou a vida a dois. Alternando o passado feliz com o presente cheio de crises do casal formado por Dean e Cindy, Namorados para Sempre (Blue Valentine) traz atuações assombrosas de Michelle Williams e de Gosling, e vou logo avisando, assista ao filme se você é daquelas pessoas inabaláveis, que não têm suas emoções influenciadas fortemente por uma história fictícia e se estiver muito de bem com a vida, e claro, se solteiro equivaler ao seu estado civil atual. 


- O galanteador com o corpo perfeito aparentemente modificado no photoshop (Amor a Toda Prova, 2011)



Uma adorável e divertida história sobre relacionamentos. Amor a toda Prova (Crazy, Stupid, Love) tem um elenco fabuloso,Steve Carrell, Julianne Moore e a simpática Emma Stone, mas a parte cômica é todinha do bonitão Jacob, vivido por Ryan. Aqui ele interpreta o galã que dá umas dicas de moda e de como se comportar diante de uma mulher ao personagem de Carrell, um recém-separado e devastado após saber da traição da mulher. Certamente é um dos melhores filmes do ano passado, e que apesar do título em português não ser nem um pouco original, o roteiro desvia-se de alguns clichês apesar da premissa parecer já explorada em outras produções. 

- O assessor de imprensa ganancioso (Tudo pelo Poder, 2011)



Neste thriller de George Clooney, Gosling encarna o assessor de imprensa da campanha política do governador Morris, vivido por Clooney. Apaixonado por política, Stephen (Gosling) vai trocando sua obsessão pelo trabalho por uma sede insaciável pelo poder, criando vários inimigos na jornada. Sua decaída para o “lado negro da força” é sentida e vista na expressão e nos olhos brilhantes do ator/personagem. Tudo pelo Poder (The Ides of March) prova - de novo - o talento de Clooney para a direção, além de mostrar os bastidores de uma campanha política e o papel fundamental que tem a comunicação neste cenário.

Quer mais Ryan? Confira o trailer do aguardadíssimo Drive, previsto para fevereiro, se a distribuidora não adiar novamente.






Enquanto outros atores da mesma geração de Gosling estão se aventurando em filmes de super-heróis, Ryan encarnou o "herói" na vida real. Veja o vídeo no qual ele interfere numa briga de rua em Nova York!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...